Áudios da Sessão

Ordem do Dia da 9ª Reunião Ordinária Problemas com o áudio?
Indicações Apresentadas na 9ª Reunião Problemas com o áudio?
1054: Unknown column 'CodSessaoLegislativa' in 'where clause'

SQL: SELECT * FROM Radio WHERE CodSessaoLegislativa = 556


Textos da Sessão

Resumo da 9ª Reunião Ordinária

INDICAÇÕES APRESENTADAS NA 9ª Reunião Ordinária de 01/04/2019:

INDICAÇÃO N.º 057/2019, NILSO AGOSTINI, Vereador no uso de suas atribuições legais; Indica ao Poder Executivo Municipal para que determine junto ao Órgão competente SECRETARIA DE OBRAS, que seja feito um estudo visando a possibilidade de se construir uma passarela (Portal) nas proximidades da Empresa Beatriz Madeiras na Vila Adelaide.

INDICAÇÃO N.º 058/2019, SERGIO REIF, Vereador no uso de suas atribuições legais, Indica junto ao Poder Executivo Municipal para que estude a possibilidade de fazer a abertura dos seguintes trechos:

               - Avenida 1º de Maio, entre o Bairro Arno Siewerdt e o Bairro Vila Adelaide até o limite de propriedade do Senhor Mauricio Kretzer.

                     - Via projetada na localidade de Rancho Queimado, trecho este que passará ao lado da Empresa Constrular com acesso direto a Rodovia BR 470.

INDICAÇÃO N.º 059/2019, SAMUEL ROCHA, Vereador no uso de suas atribuições legais, Indica junto ao Poder Executivo Municipal para que seja feito redutores de velocidade (lombadas) no Distrito de Corruchel nos seguintes pontos: em frente a Unidade de Saúde Básica, em frente a Mercearia do Djeison e em frente ao Clube de Mães (antiga intendência).

CÂMARA APROVA PROJETO DE LEI QUE DISPOE SOBRE O CMDCA, FIA e CONSELHO TUTELAR, NA 5ª REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA:

Em Reunião extraordinária, solicitada pelo Líder do Governo na noite desta sexta, (05) a Câmara aprovou projeto de Lei que dispõe sobre o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CDMCA, o FIA e o Conselho Tutelar do município de Pouso Redondo.

O Projeto de nº 007/2019 que deu entrada nesta casa de lei no dia 04/04 as 17:00 horas, foi em caráter de Urgência solicitado pelo chefe do poder executivo e encaminhado ao vereadores para apreciação em reunião extraordinária solicitada pelo líder do governo Vereador Nilson Agostini, o que foi consultado no plenário os demais vereadores e aceito por unanimidade, mediante isso o Presidente Vereador Ailton Sardo, convocou então outra sessão extraordinária de emergência com início às 19:30 para a apreciação, discussão e votação do projeto de lei nº 007/2019, que trata do mesmo assunto CMDCA, FIA e Conselho Tutelar.

Após a entrada do Projeto em reunião Extraordinária o Vereador Samuel Rocha apresentou aos pares emenda ao projeto nº 007/2019, a emenda foi apreciada discutida, o Vereador Hofenas Deodato Bine solicitou ao autor da emenda explicações referente ao nível salarial dos próximos conselheiros que foi prontamente esclarecido pelo vereador Samuel Rocha, procedendo assim a votação no plenário da emenda sendo aprovada com 6 votos a favor da emenda e 3 votos contra a emenda, procedeu-se então a entrada do projeto com emenda para a leitura, como tratava-se de projeto importante ao executivo devido a necessidade de emissão do edital da Eleição do Conselho Tutelar que ocorrerá em 10 de outubro e o prazo regimental são apresentação do edital com 6 meses anterior ao processo de escolha.

Após a conclusão da leitura do projeto foi colocado pelo presidente Vereador Ailton Sardo  em discussão e para espanto de todos o líder do governo solicitou a mesa diretora um requerimento de retirada do projeto, alegando que o mesmo estava com inconsistência no nível salarial onde o  correto seria o nivel 22 o mesmo que ajudante geral e não nível 27 o mesmo de níveis médio e que para a possível correção solicitava a retirada. O Presidente Ailton Sardo então utilizou-se da palavra informando que nosso regimento era bem claro nesta questão, alegando que o próprio líder do governo tinha pedido reunião extraordinária e que por ele não retiraria, mas mesmo assim colocaria o requerimento em votação o que foi efetuado, na votação plenária o requerimento fio negado por 6 votos a 3 votos.

Colocado então pela presidência em votação o projeto de lei foi devidamente aprovado por 7 votos a favor 01 voto contra e 1 abstenção, sendo assim promulgada a votação e encerrada a reunião extraordinária.

Por Fábio Campos.